Updated in 2016

Nesse post vou fazer uma listinha das opções de boates e night clubs lgbt e simpatizantes no Rio de Janeiro. Se bem que atualmente a cena noturna no Rio anda bem mista e respeitosa. A primeira dica para o pré-night e passar na Lapa e se divertir pelas ruas. Os points gls são ao lado do depósito (próximo a sala Cecília Meireles) e na rua Mem de Sá próximo aos bares gls e casas noturnas.

Estou atualizando a lista pois a maioria das boates aqui descritas infelizmente fechou..

Agora se você procura mesmo se jogar na noite carioca, segue a lista com as boates GLS do Rio de Janeiro e minha classificação.

Le Boy / La Girl (FECHADA) – Uma das mais famosas boates do Rio de Janeiro. Fundada em 92, já teve seu auge quando recebia muitos famosos em festas dos mais variados temas. Hoje em dia é uma boate que atrai principalmente turistas (devido a localização) e por abrir quase todos os dias. Tem duas pistas (a do primeiro piso funciona como boate para as mulheres La Girl) até um momento quando as portas se abrem e é possível transitar pelas duas pistas. A boate conta também com uma sauna (para os adeptos) que fica no piso superior [ Existem promoções para quem quer combinar sauna + boate ]. A boate fechou em abril segundo o dono para obras mas como ja noticiado em vários jornais (inclusive O Globo) a boate fechou definitivamente e encontra-se a venda.

Endereço: Rua Raul Pompéia, 102 – Copacabana, Rio de Janeiro – RJ
Abre de Terça a Domingo geralmente começa a encher por volta das 2 hr da matina.
Nota: 3

1140 – ou simplesmente mil para os mais íntimos. Uma das boates mais conhecidas dos gays também. Fica na Praça Seca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Com mais de 30 anos de tradição 26 anos recém completados em Abril, a boate conta com vários ambientes e conta com várias atrações. O público é bem misto recebendo, de todas as idades, geralmente cariocas das Zonas Oeste e Norte. Passou por uma reforma em 2010 e hoje conta com 5 ambientes que vão desde três pistas de dança, uma área externa onde há musica ao vivo e um salão superior que funciona como fumodromo e serve para jogar sinuca e outros jogos. Nas madrugadas conta sempre com um show de drag queen e a música ao vivo rola solta na área de baixo da boate. A mil já teve seus tempos de gloria. Hoje em dia seu sucesso deve-se mais ao open bar e ao publico bem variado.

Endereço: Rua Capitão Menezes, 1140 – Praça Seca  Rio de Janeiro – RJ
Abre de Sexta a Domingo geralmente a fila começa a crescer às 10 da noite. À meia noite já está cheia.
Nota: 4

Papa G – Uma tradicional casa da Zona Norte do Rio de Janeiro. Localizada em Madureira a Papa G sempre foi reduto feminino nas noites cariocas. Não é a toa que é a boate preferida de grande parte das lésbicas da cidade. Claro que encontram-se muitos gays também mas a grande maioria é de mulheres que lotam o terraço para os shows de música ao vivo no novo espaço recém reformado. Passou por uma reforma em 2011 e hoje conta com duas pistas, um lounge, uma área vip (virou moda nas boates cariocas), show de stripers, djs rodando vários ritmos a noite toda. É uma boa pedida para quem quer dançar, se divertir pagando pouco.

Endereço: Travessa Almerinda Freitas, 42 – Madureira  Rio de Janeiro – RJ.
Abre de Quarta a Domingo
Nota: 4

Sinônimo da Lapa –  Um bar com música ao vivo, uma pista de dança e um lounge para conversar e fumar. Essa é a mistura do Sinônimo da Lapa. Com menos de 5 anos de atuação, o sinônimo vem se tornando uma alternativa na lapa para quem não quer passar a noite na rua. Apesar de pequena é uma casa muito interessante e o público bem variado. Vale a pena conhecer.

Endereço: Rua Mém de Sá, 118, Lapa – Rio de Janeiro – RJ.

Abre de Sexta e Sábado.
Nota: 3

Pipper – Nova casa de shows. Na verdade, a Pipper utiliza o espaço do Scala. Eu ainda não fui então não consigo avaliar muito bem mas sempre escuto comentários positivos sobre a Pipper. Estive na Pipper na ultima vez que passei no Rio. O espaço é grande porém sempre tem muita gente e o calor fica insuportável em alguns momentos. Geralmente open bar mas os preços são sempre bem salgados. (70 reias). Conta com dois ambientes o publico é geralmente jovem.

Endereço: Av. Treze de Maio, 25 – Cinelândia
Abre Sabado.
Nota: 4

Espaço Acústico (Bofetada Rio) – Uma nova casa de shows que surgiu ao lado do falecido Cine Ideal. O som é bem alternativo também, por vezes as festas já são temáticas então quem vai já sabe o que vai rolar. Pra quem não se importa de esperar na fila ou chegar bem cedo. Fui numa edição Beyonce Party ou algo do tipo e a fila chegava ao largo da carioca. Muita gente, fila demorando a entrar. Dentro da casa um espaço pequeno para tanta gente, dificil pra pegar bebida porém música ótima. Publico bem variado porém o preço bem salgado.

Endereço: Praça Tiradentes, nº 2 – Centro – Rio de Janeiro
Abre Sabado.
Nota: 4

Cine Ideal (FECHADO)  O famoso club aclamado pelos jovens, o Cine Ideal foi por algum tempo conhecido como o templo do House. A, agora famosa, cantora Nise Palhares sempre batia ponto na boate às sextas-feiras com apresentações ao vivo no terraço. Hoje em dia, o Cine (para os mais íntimos) continua carregado de eletronic music e house tribal e de jovens ávidos por rebolar em cima do queijo. Tem um público bem misto sendo o sábado o dia em que se encontra mais gays no clube.

Endereço: Rua da Carioca, 62 – Centro – Rio de Janeiro
Abre Sexta e Sabado.
Nota: 4

Galeria Café – Um local alternativo. De vez em quando abriga exposições mas nas noites de Quarta a Sábado se transforma num ponto de encontro dos gays de Ipanema ao som de vários djs da área e praticamente numa discoteca. Fica ao lado de uma das mais famosas saunas gay do Rio e a uma quadra da praia. É geralmente frequentado pelo público da Zona Sul e muitos turistas atualmente com o fechamento da Leboy.

Endereço: Rua Teixeira de Melo, 31 – Ipanema – Rio de Janeiro
Abre de Quarta a Sábado.
Nota: 4

Dama de Ferro  (FECHADA) A Dama de ferro era outra casa alternativa. Atualmente encontra-se fechada para reformulação.

Fosfobox  Mais um bar/club alternativo em Copacabana. Dependendo da noite, é possível encontrar desde rock in roll até funk passando por música eletrônica e as divas do pop. Com dois ambientes, uma pista principal no subsolo e outra no térreo que agrega um bar, a fosfobox é uma opção para quem gosta de variar. Corrigido de acordo com comentário.

Endereço: Rua Siqueira Campos, 143 – Copacabana – Rio de Janeiro
Abre de Quinta a Sábado.
Nota: 4

Cabareh MM(FECHADA)  – Uma alternativa para quem está em Madureira e não curte o estilo Papa G. Como eu ainda não fui, não me sinto a vontade de falar sobre isso mas segundo relatos do pessoal que já foi, a casa é pequena mas bem interessante.

Endereço: Travessa Almerinda Freitas, 24 – Madureira – Rio de Janeiro
Abre de Quinta a Sábado.
Nota: Ainda não posso pontuar

Buraco da Lacraia – Pense num espaço underground. Multiplique por 2. Adicione ai as pessoas das mais variadas tribos e diferentes estilos. Pronto, você chegou ao Buraco da Lacraia. Nos tempos áureos, o Buraco já foi muito bem frequentado inclusive por celebridades. Hoje, o casarão que abriga a boate, além das suas festas tradicionais regadas a musica eletrônica, karaokê, um bar com música das divas sendo uma das únicas boates no Rio a ainda possuir um dark room, vez ou outra ainda recebe uma subcelebridade. A ultima do pacote que eu tive o prazer de ver foi a Gretchen. É um lugar alternativo e interessante e sempre que estou sozinho passo por lá. Recomendo pela experiência.

Endereço: Rua André Cavalcanti, 58 – Centro – Rio de Janeiro
Abre Sexta e Sábado.
Nota: 4

The Week – A The Week Rio é uma das boates mais elegantes e caras. Apesar de ficar numa localização não tão privilegiada, a boate tem uma boa estrutura interna. Dominado pelo ritmo da musica eletrônica e house, a TW é uma alternativa para aqueles que curtem ver corpos sarados se exibindo pela pista de dança.

Endereço: Rua Sacadura Cabral, 154 – Saúde – Rio de Janeiro
Abre Sexta e Sábado.
Nota: 4

Coloquei aqui as principais. Fiquei a vontade para comentar alguma observação que eu esqueci.